Site Overlay

5 tipos de golpes financeiros em viagem

Para muitas pessoas em todas as partes do mundo as viagens de negócios e de férias acontecem em momento diferentes, no entanto, a temporada de viagens de férias escolares e breaks estudantis acontecem pelo menos 4 vezes no ano.

E nem estamos falando do Carnaval e feriados prolongados e feriados bancários em 2020.

Golpes financeiros de viagem

5 tipos de golpes financeiros em viagem

Enquanto você está se preparando para a sua próxima escapada, os possíveis criminosos estão pensando em maneiras criativas de tirar da sua conta bancária ou carteira, o seu dinheiro suado.

Se você estiver viajando para o exterior ou planejando ir, precisa estar alerta para possíveis fraudes financeiras que acontecem o tempo todo.

Reunimos uma lista das piores armadilhas para viagens que você deseja evitar.

1. Encargos de conversão de cartão de crédito

Se você estiver fazendo uma viagem prolongada por um país estrangeiro, terá que ter um cuidado especial sobre como e onde usa seu cartão de crédito.

Um golpe tático comum usada para roubar no seu cartão de crédito, é cobrar uma taxa pela conversão da compra para a moeda local. Pode não parecer grande coisa, mas você pode acabar pagando de 4 a 7% a mais pelas coisas que compra, dependendo da taxa de câmbio.

Pague com moeda local para evitar esse golpe de viagem.

2. Golpes de aluguel de férias

Alugar uma casa para temporada ou casa de praia por uma semana, duas ou mais semanas é uma ótima maneira de aproveitar as férias e pegar um pouco de sol, mas também é uma das maneiras pelas quais os bandidos visam vítimas em potencial.

Os golpistas colocam anúncios de aluguel de férias de baixo custo em sites online e esperam que as vítimas mordam a isca. Quando alguém entra em contato com o “locatário” sobre a propriedade, o fraudador pede um depósito em dinheiro para garantir o negócio.

Quando a vítima percebe que o aluguel de suas férias é uma fraude, o fraudador e seu depósito já se foram.

Antes de entregar o dinheiro, faça perguntas e faça alguma pesquisa.

3. Golpes de phishing em hotéis

Atualmente, é praticamente impossível fazer check-in em um hotel sem fornecer um cartão de débito ou crédito para reservar seu quarto. Uma das maneiras pelas quais os golpistas se aproveitam desse fato é tentar induzi-lo a informar o número sem questionar.

Normalmente, o que acontece é que o golpista ligará para o seu quarto se passando pela recepção. Eles avisam que houve um problema na cobrança do seu cartão e perguntam se você pode informar o número pelo telefone.

Antes que você perceba o que está acontecendo, o scammer usou seu cartão para acumular centenas ou até milhares de dólares em compras não autorizadas.

Se você receber esse tipo de ligação durante sua estadia de turismo ou de férias, sua melhor opção é desligar e ligar para a recepção para garantir que a solicitação seja legítima e para que você não seja alvo de um golpe de viagem.

4. Pontos de acesso WiFi falsos

Os bancos online estão mais populares do que nunca, mas você precisa ter cuidado com o local e o modo como acessa suas informações quando está fora de casa.

Um golpe popular de viagens é configurar pontos de acesso wifi falsos camuflados como a coisa real.

Os ladrões de informações darão ao hotspot um nome semelhante ao que o hotel ou restaurante normalmente usa.

Quando você faz o login, os golpistas podem ver tudo o que você está fazendo online, incluindo o rastreamento de suas informações bancárias ou de cartão de crédito.

Evite acessar informações pessoais, a menos que tenha certeza de uma conexão segura à Internet.

5. Clonagem de cartão no ATM

Quando você precisar de dinheiro em movimento, pode não ter tempo de procurar um caixa eletrônico afiliado ao seu banco.

Você encontra um terminal de caixa eletrônico em um posto de gasolina ou supermercado e passa o cartão, sem perceber que está dando as informações da sua conta no processo.

O motivo? Um ladrão instalou um skimmer na máquina que coleta seus dados, que podem ser usados ​​para cometer fraudes.

Se você estiver viajando em uma área desconhecida, é melhor levar dinheiro ou cheques de viagem e evitar caixas eletrônicos estrangeiros.

Roubar suas informações pessoais ou dinheiro enquanto viaja pode fazer com que você pague por muito tempo depois de voltar para casa.

Ser capaz de identificar uma fraude antes que ela aconteça é a melhor maneira de garantir que as férias de turismo ou descanso dos seus sonhos não se transformem em um pesadelo financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2020 ValorDolar. All Rights Reserved. Politica de Privacidade | Catch Sketch by Catch Themes